• Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
Adrenanews

Medite: Feliz a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança !!! - Salmos Cap: 33 Vers: 12

Surfnews


Rip Curl Pro Bells Beach 2018

Publicado em: 05/04/2018

Com ondas de de 3 á 5 pés no Bowl de Bells Beach o brazuca Italo Ferreira, conquistou pela primeira vez o título de uma etapa do Circuito Mundial da WSL. A vitória foi emocionante sobre o tricampeão mundial Mick Fanning, que competia pela última vez diante da torcida australiana. Italo para a alegria do brasileiros triunfou assumindo a liderança do ranking junto com australiano Julian Wilson, ambos com 11,665 pontos. A terceira etapa do WSL Worl Championships Tour será disputada de 10 à 21 de abril, em Margaret River.

 Italo Ferreira em ação. Foto: WSL - Kelli Cestari

“Eu agradeço Deus e dedico essa vitória a toda a minha família, a minha namorada e a todas as pessoas que tem me apoiado ao longo desses anos”, comentou um emocionado, Italo Ferreira. “Eu procurei fazer um bom trabalho e fazer esta final com o Mick foi muito bom estou muito feliz e sem palavras o Mick Fanning é um dos meus surfistas favoritos, um grande competidor e somente tenho que agradecer por tudo que ele fez pelo surf" 

 Italo Ferreira balançado o sino do tradicional troféu. Foto: WSL - Kelli Cestari

A grande final começou equilibrada com ambos os surfistas aparentando um certo nervosismo. Italo começou na frente de Mick Fanning. Motivado pela torcida o australiano achou uma boa onda e com manobras de borda conquistou 8.10 virando o resultado a seu favor. Faltando sete minutos para o fim o brazuca encontrou uma boa onda e virou e nos minutos finais ampliou a sua vantagem surfando uma outra boa onda, sacramentando a sua primeira conquista no elite do surf mundial.

 Mick Fanning em ação. Foto: WSL - Kelli Cestari

Pela segunda bateria das semis Italo Ferreira derrotou o brazuca Gabriel Medina avançando para a grande final em uma bateria super disputada onde o potiguar de Baia Formosa conquistou dos juízes a melhor pontuação em uma única eliminando Medina, que se despediu de Bells Beach em terceiro lugar que havia vencido  o português Frederico Morais na quarta bateria das quartas de final. Confira mais detalhes em nossas próximas atualizações.

Grabriel Medina em ação. Foto: WSL - Ed Sloane 

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO RIP CURL PRO BELLS BEACH:

Campeão: Italo Ferreira (BRA) por 15,66 pontos (8,33+7,33) – US$ 100.000 e 10.000 pontos

Vice-campeão: Mick Fanning (AUS) com 12,83 pontos (8,10+4,73) – US$ 55.000 e 7.800 pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 6.085 pontos e US$ 30.000 de prêmio:

1.a: Mick Fanning (AUS) 16.50 x 9.67 Patrick Gudauskas (EUA)

2.a: Italo Ferreira (BRA) 16.00 x 14.10 Gabriel Medina (BRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 4.745 pontos e US$ 19.000 de prêmio:

1.a: Patrick Gudauskas (EUA) 11.67 x 11.44 Michel Bourez (TAH)

2.a: Mick Fanning (AUS) 13.77 x 9.33 Owen Wright (AUS)

3.a: Italo Ferreira (BRA) 17.86 x 11.50 Ezekiel Lau (HAV)

4.a: Gabriel Medina (BRA) 15.73 x 15.00 Frederico Morais (PRT)

TOP-22 DO JEEP LEADERBOARD – RANKING WSL 2018 – após a 2.a etapa:

01: Julian Wilson (AUS) – 11.665 pontos

01: Italo Ferreira (BRA) – 11.665 pontos

03: Mick Fanning (AUS) – 11.500

04: Owen Wright (AUS) – 9.490

04: Michel Bourez (TAH) – 9.490

06: Adrian Buchan (AUS) – 9.465

07: Gabriel Medina (BRA) – 7.750

07: Griffin Colapinto (EUA) – 7.750

09: Tomas Hermes (BRA) – 6.505

09: Patrick Gudauskas (EUA) – 6.505

11: Filipe Toledo (BRA) – 6.410

11: Frederico Morais (PRT) – 6.410

13: Adriano de Souza (BRA) – 5.365

13: Jeremy Flores (FRA) – 5.365

13: Conner Coffin (EUA) – 5.365

13: Wade Carmichael (AUS) – 5.365

17: Ezekiel Lau (HAV) – 5.165

17: Michael Rodrigues (BRA) – 5.165

19: Matt Wilkinson (AUS) – 4.120

19: Kanoa Igarashi (EUA) – 4.120

21: Mikey Wright (AUS) – 3.700

22: Jordy Smith (AFR) – 3.330

22: Kolohe Andino (EUA) – 3.330

22: Joel Parkinson (AUS) – 3.330

22: Willian Cardoso (BRA) – 3.330

Outros brasileiros:

26: Jessé Mendes (BRA) – 2.085 pontos

31: Caio Ibelli (BRA) – 840

31: Ian Gouveia (BRA) – 840

31: Yago Dora (BRA) – 840

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo. Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

VEJAM ABAIXO OS VÍDEOS COM OS MELHORES MOMENTOS DO ÚLTIMO DIA EM BELLS BEACH:

 

Fonte: Edição e Reportagem: Edson Andrade


Adrenanews - Todos os Direitos Reservados

Site desenvolvido por Arara Azul