• Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
Adrenanews

Medite: Feliz a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança !!! - Salmos Cap: 33 Vers: 12

Surfnews


Margaret River Womens Pro 2018

Publicado em: 16/04/2018

Com ondas de um metro a um metro e meio com formações irregulares em virtude dos fortes ventos em Surfers Point a segunda-feira foi exclusiva para as disputas do Margaret River Womens Pro 2018 com as baterias do segundo e terceiro round sendo disputadas nas difíceis condições. A brazuca, Silvana Lima, não conseguiu encontrar boas ondas e foi derrotada pela australiana Bronte Macaulay na segunda bateria do segundo round que conseguiu eliminar a brasileira surfando boas ondas de backside. Silvana encontrou muitas dificuldades surfando de frontside em virtudes dos fortes ventos laterais, terminando na décima terceira colocação em Margareth River.

Silvana Lima em ação. Foto: WSL / Matt Dunbar

Já pelo terceiro round os grandes destaques ficaram conta das atuações da havaiana Carissa Moore que surfou muito vencendo da primeira bateria e deixando a briga da segunda vaga entre as australianas Bronte Macaulay que por apenas 4 décimos, eliminou a campeã do ano passado, Sally Fitzgibbons em uma disputa eletrizante.

Carissa Moore em ação. Foto: WSL / Matt Dunbar

A segunda a se destacar nas difíceis condições nesta segunda-feira dedicada as meninas, foi a surfista de lycra amarela, lider do circuito após duas etapas, a australiana Stephanie Gilmore, que também assim como a havaina Moore, dominou as disputas deixando a briga pela segunda vaga entre a havaiana nascida no Brasil, Tatiana Weston-Webb que não deu mole, eliminando a jovem norte-americana, Caroline Marks.

Stephanie Gilmore em ação. Foto: WSL / Matt Dunbar

Pelas quartas de final os confrontos serão: na primeira bateria entre as havaianas Carissa Moore e Tatiana Weston-Webb, na segunda confronto australiano com a lider Stephanie Gilmore enfrentando Bronte Macaulay,na terceira bateria a australiana Nikki Van Dijk duela com a francesa Johanne Defay e fechando as quartas de final, com a campeã mundial do ano passado Tyler Wright disputando a última vaga para as semis finais com a norte-americana e vice-lider do circuito Lakey Peterson.

Nikki Van Dijk em ação. Foto: WSL / Matt Dunbar

A próxima chamada será as 07:00 da manhã de terça-feira na Austrália, 20:00 horas da noite de segunda-feira aqui no Brasil, porém dificilmente teremos as disputas do masculino e também do feminino, já que as previsões indicam que as ondas estarão menores e irregulares por causa dos fortes ventos e m Margareth River.

QUARTAS DE FINAL DO MARGARET RIVER PRO – 5.o lugar com 4.745 pontos e US$ 14.475:

1.a: Carissa Moore (HAV) x Tatiana Weston-Webb (HAV)

2.a: Stephanie Gilmore (AUS) x Bronte Macaulay (AUS)

3.a: Johanne Defay (FRA) x Nikki Van Dijk (AUS)

4.a: Tyler Wright (AUS) x Lakey Peterson (EUA)

TERCEIRA FASE – 1.a e 2.a=Quartas de Final / 3.a=9.o lugar com 3.085 pontos e US$ 11.500:

1.a: 1-Carissa Moore (HAV)=17.37, 2-Bronte Macaulay (AUS)=14.94, 3-Sally Fitzgibbons (AUS)=14.90

2.a: 1-Stephanie Gilmore (AUS)=17.10, 2-Tatiana Weston-Webb (HAV)=13.27, 3-Caroline Marks (EUA)=9.73

3.a: 1-Nikki Van Dijk (AUS)=15.33, 2-Lakey Peterson (EUA)=14.73, 3-Malia Manuel (HAV)=13.00

4.a: 1-Tyler Wright (AUS)=14.06, 2-Johanne Defay (FRA)=12.10, 3-Coco Ho (HAV)=7.33

SEGUNDA FASE – Vitória=Terceira Fase / Derrota=13.o lugar com 1.390 pontos e US$ 10.000:

1.a: Coco Ho (HAV) 12.87 x 10.60 Sage Erickson (EUA)

2.a: Bronte Macaulay (AUS) 15.73 x 8.84 Silvana Lima (BRA)

3.a: Lakey Peterson (EUA) 10.00 x 9.87 Mikaela Greene (AUS)

4.a: Tyler Wright (AUS) 14.73 x 13.03 Paige Hareb (NZL)

5.a: Nikki Van Dijk (AUS) 14.70 x 11.63 Macy Callaghan (AUS)

6.a: Malia Manuel (HAV) 17.33 x 12.27 Keely Andrew (AUS)

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE - A World Surf League (WSL) tem como objetivo celebrar o melhor surfe do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, realizando mais de 180 eventos globais que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Kai Lenny, Taylor Jensesn, Honolua Blomfield, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo. Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com.

Fonte: Edição e Reportagem: Edson Andrade


Adrenanews - Todos os Direitos Reservados

Site desenvolvido por Arara Azul