• Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
Adrenanews

Medite: Feliz a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança !!! - Salmos Cap: 33 Vers: 12

Surfnews


Hang Loose São Sebastião Pro 2017

Publicado em: 30/10/2017

O Hang Loose São Sebastião Pro vai fechar nesta semana a longa série de eventos da WSL South America iniciada na primeira semana de outubro no Chile. Foi em Pichilemu que começou a inédita “perna sul-americana” feminina com três etapas seguidas do WSL Qualifying Series. Na semana seguinte, aconteceu a decisão do título sul-americano Pro Junior no RDS Pro Junior em homenagem a Ricardo dos Santos na Guarda do Embaú.

Jadson Andre em ação. Ft: Divulgação WSL - Smorigo

A seguir de Santa Catarina para o Neutrox Weekend no Rio de Janeiro e depois para o Reef Paris Womens Pro no Peru, que definiu o tricampeonato sul-americano inédito da peruana Anali Gomez neste domingo em San Bartolo. No mesmo dia, Deivid Silva festejou o título do QS 1500 Itacaré Surf Sound Festival apresentado pela South to South na Bahia, última parada antes do Hang Loose São Sebastião Pro, com a etapa do QS 3000 começando nesta quinta-feira na Praia de Maresias, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo.

Deivid Silva em ação. Ft: Divulgação WSL - Smorigo

A grande atração deste último evento antes da Tríplice Coroa Havaiana, que fecha a temporada da World Surf League na ilha de Oahu, é a participação dos campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza e de quase toda a “seleção brasileira” do World Surf League Championhip Tour. A única ausência será Filipe Toledo, que sofreu uma contusão na costela durante a “perna europeia” e preferiu voltar para casa na Califórnia, para se fortalecer para as provas finais no Havaí. Mas, Caio Ibelli, Miguel Pupo, Wiggolly Dantas, Italo Ferreira, Ian Gouveia e Jadson André, estão todos confirmados para competir em Maresias.

 Ian Gouveia em ação. Ft: Divulgação WSL - Smorigo

Além deles, todos os brasileiros que estão se classificando para o CT 2018, entre os dez indicados pelo ranking do WSL Qualifying Series, como o paulista Jessé Mendes e o catarinense Yago Dora, que já estão garantidos na elite dos top-34 do ano que vem. Os outros integrantes do G-10 no momento são os catarinenses Willian Cardoso e Tomas Hermes e o cearense Michael Rodrigues, que mora em Florianópolis há muitos anos.

Jessé Mendes em ação. Ft: Divulgação WSL - Poullenot

Mais de 100 surfistas estão inscritos no Hang Loose São Sebastião Pro, para disputar os 3.000 pontos no ranking do WSL Qualifying Series no evento que também vai fechar a disputa pelo título sul-americano da WSL South America, liderada pelo paulista Thiago Camarão com o capixaba Krystian Kymerson em segundo lugar no ranking. As baterias eliminatórias começam na quinta-feira e prosseguem até domingo, quando será conhecido o campeão da última etapa do Circuito Mundial na América do Sul esse ano.

Willian Cardoso em ação. Ft: Divulgação WSL - Smorigo

Depois da invencibilidade na “perna europeia”, com vitórias nas etapas do CT da França e de Portugal, o novo vice-líder da corrida pelo título mundial da temporada, Gabriel Medina, será a grande atração do Hang Loose São Sebastião Pro. Ele vai prestigiar o evento por estar sendo realizado na praia onde mora em São Sebastião. Depois, parte para o Havaí, onde vai tentar o bicampeonato mundial, principalmente contra o atual campeão mundial, John John Florence.

Gabriel Medina em ação. Ft: Divulgação WSL - Smorigo

“Estou super feliz com meus resultados. Foi até além do que eu esperava e estou empolgado sim. Antes, não estava pensando em título mundial, mas agora já dá para pensar. É muito pouca a diferença entre a gente”, disse Gabriel Medina, que falou sobre sua participação no Hang Loose São Sebastião Pro. “É muito bom estar em casa, ainda mais competindo. É um evento que quero me divertir e, com certeza, quero ganhar, mas sem pressão. Vai ser bom encontrar todo mundo aqui e será uma boa preparação para manter o ritmo pro Havaí”.

Para Álfio Lagnado, da Hang Loose, que no ano passado realizou o histórico Hang Loose Pro Contest 30 Anos em Florianópolis (SC) e agora retorna à Praia de Maresias, onde já promoveu esse mesmo evento duas vezes, em 1999 e 2000, é motivo de satisfação, sobretudo em ver que quase todos os surfistas da elite mundial do CT estarão prestigiando e competindo no Hang Loose São Sebastião Pro, nesta semana de feriadão prolongado.

“Estou muito feliz em realizar o Hang Loose em Maresias novamente, praia que frequento e surfo desde os anos 80”, lembra Álfio Lagnado. “É uma honra poder contar com quase todos os atletas do Brasil que estão no CT e que conheço desde pequenos, quando competiam no Hang Loose Surf Attack e hoje são protagonistas do surfe mundial. Espero que dê altas ondas e aguardo um grande público para completar a festa”.

O campeão mundial de 2015, Adriano de Souza, também está animado por voltar a competir na Praia de Maresias: “É sempre legal competir em casa. Maresias é uma onda incrível e espero que seja um grande evento. É muito bom ter uma etapa do Circuito Mundial em São Paulo de novo, um estado onde só tem feras do esporte e competir contra eles será um grande desafio”.

Adriano de Souza em ação. Ft: Divulgação WSL - Smorigo

Os últimos eventos realizados no litoral paulista aconteceram nas mesmas ondas da Praia de Maresias, em São Sebastião. No evento de 2014, o campeão foi Filipe Toledo e no ano seguinte foi Miguel Pupo quem festejou a vitória diante de um enorme público, que sempre lota os eventos realizados na praia mais badalada do estado de São Paulo. Com o feriadão prolongado, a expectativa é de que Maresias fique novamente lotada para assistir a apresentação de grandes estrelas do esporte no Hang Loose São Sebastião Pro.

Yago Dora em ação. Ft: Divulgação WSL - Poullenot

O evento que fecha o calendário da WSL South America em 2017 será transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e vai decidir o título sul-americano da temporada. Os principais concorrentes são o paulista Thiago Camarão e o capixaba Krystian Kymerson, que encabeçam o ranking das quatro etapas já disputadas na Argentina, Peru, Chile e a encerrada no último fim de semana, com vitória do paulista Deivid Silva sobre o baiano Marco Fernandez na Praia da Tiririca, em Itacaré, no litoral Sul da Bahia.

Thiago Camarão em ação. Ft: Divulgação WSL - Smorigo

CAMPEÕES DAS ETAPAS DO WSL QUALIFYING SERIES EM SÃO SEBASTIÃO:

2015: Miguel Pupo (BRA) no Oi HD São Paulo Open of Surfing QS 10000 na Praia de Maresias

2014: Filipe Toledo (BRA) no O´Neill SP Prime QS 10000 na Praia de Maresias

2010: Caetano Vargas (BRA) no SuperSurf Internacional 4-Star na Praia de Maresias

2005: Pedro Henrique (BRA) no Reef Classic 4-Star na Praia de Maresias

2000: Crhistiano Spirro (BRA) no Hang Loose Pro Contest 4-Star na Praia de Maresias

1999: Peterson Rosa (BRA) no Hang Loose Pro Contest 4-Star na Praia de Maresias

1993: Renan Rocha (BRA) no Sea Club Final Heat 3-Star na Praia de Maresias

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE - A World Surf League (WSL), antes denominada Association of Surfing Professionals (ASP), tem como objetivo celebrar o melhor surf do mundo nas melhores ondas do mundo, através das melhores plataformas de audiência. A Liga Mundial de Surf, com sede em Santa Mônica, na Califórnia, atua em todo o globo terrestre, com escritórios regionais na Austrália, África, América do Norte, América do Sul, Havaí, Europa e Japão.

A WSL vem realizando os melhores campeonatos do mundo desde 1976, promovendo os eventos que definem os campeões mundiais masculino e feminino no Championship Tour, além do Big Wave Tour, Qualifying Series e das categorias Junior e Longboard, bem como o WSL Big Wave Awards. A Liga tem especial atenção para a rica herança do esporte, promovendo a progressão, inovação e desempenho nos mais altos níveis, para coroar os campeões de todas as divisões do Circuito Mundial.

Os principais campeonatos de surf do mundo são transmitidos ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo grátis WSL app. A WSL tem uma enorme legião de fãs apaixonados pelo surf em todo o mundo, que acompanham ao vivo as apresentações de grandes estrelas, como Tyler Wright, John John Florence, Paige Alms, Grant Baker, Phil Rajzman, Tory Gilkerson, Mick Fanning, Stephanie Gilmore, Kelly Slater, Carissa Moore, Gabriel Medina, Courtney Conlogue, entre outros, competindo no campo de jogo mais imprevisível e dinâmico entre todos os esportes no mundo. Para mais informações, visite o WorldSurfLeague.com

Fonte: João Carvalho – WSL South America


Adrenanews - Todos os Direitos Reservados

Site desenvolvido por Arara Azul