• Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
Adrenanews

Medite: Feliz a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança !!! - Salmos Cap: 33 Vers: 12

Esportenews


Desafio Volta à Ilha de Santo Amaro 2017

Publicado em: 03/03/2017

A expectativa é grande entre todos. Afinal, nunca uma regata de canoas havaianas reuniu tantas equipes numa largada. O sábado (4) promete ser um dia histórico para a modalidade, com a realização do 14º Desafio Volta à Illha de Santo Amaro de Canoas Havaianas, estabelecendo um recorde no Continente. A largada está marcada para às 10 horas, na Praia da Aparecida, em frente ao Colégio Escolástica Rosa.

Competição no ano passado. Ft: Jonh Images

Meia hora antes, um dos momentos de emoção, com a tradicional “roda de energia”, reunindo os atletas que enfrentarão os 75 km de remada ininterruptos. “Será a maior largada na América Latina. Momento histórico. Contabilizando o pessoal da retaguarda, porque toda equipe é obrigatório ter um barco de apoio junto, e a organização, teremos 450 pessoas no mar envolvidas diretamente com o evento”, comemora Fábio Paiva, organizador da disputa e um dos maiores entusiastas da modalidade no País.

Neste ano, outra grande novidade é a participação de atletas do exterior, com equipes representando Chile e Argentina. “Teremos seis estados brasileiros e a Bahia é o destaque com cinco equipes de Salvador. É a primeira vez que teremos equipes de fora e essa vinda vai repercutir no exterior de maneira positiva”, afirma Paiva.

Ele explica que para chegar a esse número recorde de inscritos, houve um estudo de viabilidade, sempre visando a segurança dos atletas. “Se compararmos com o ano retrasado, tivemos um aumento de 100%. Foi um salto grande, mas tudo foi planejado. No ano passado aumentos o número e agora sentimos que estamos prontos para esse novo desafio. Será um espetáculo, sobretudo na largada”, explica.

Competição no ano passado. Ft: Jonh Images

Na prova, uma das atrações será entre as duas principais equipes do País, a Samu Team Brazil, bicampeã recordista do percurso, com 5h52min03s, e a TriboQPira, tentando o sétimo título. Nos dois times, atletas com grande vivência na competição e nas remadas. Além das masculinas, a competição conta com as categorias mista, feminina e master.

Cada time contará com nove atletas, seis remando e três no revezamento, indo nos barcos de apoio. As equipes remarão no sentido anti-horário, costeando a Ilha de Santo Amaro, onde fica Guarujá. Primeiro no mar, depois no Canal de Bertioga e por fim no Porto de Santos, até retornar ao ponto de partida, na Praia da Aparecida.

“Essa é uma prova que reúne várias condições, algumas adversas, com alto grau de dificuldade. Primeiro, eles terão mar abrigado, depois os costões rochosos, com mar bravo, ondulação. Depois tem o Canal de Bertioga, onde o trecho de dificuldade modifica, com mar mais calmo, mas curvas sinuosas, baixios e a estratégia de leme tem de ser muito boa. Os cenários vão mudando. Essa é uma prova muito dinâmica, com visual o tempo todo”, enaltece Fábio Paiva.

Equipe Vênus mostra a força das mulheres no 14º Desafio

Lugar de mulher também é dentro da canoa. Formada exclusivamente pela remada feminina, a equipe Vênus promete ser um dos destaques no 14º Desafio Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoas Havaianas, com largada neste sábado (4), na Praia da Aparecida, em Santos. A prova reunirá nada menos que 31 embarcações, número recorde no Continente e os atletas enfrentarão 75 quilômetros de remadas, entre trechos de mar, com ondulação, e rio, no Canal de Bertioga e no Porto de Santos.

Equipe Vênus em ação. Ft: Divulgação Equipe Vênus 

Campeã da Rio Vaa no ano passado, quando foi criada, a Vênus conta com atletas de Vitória, Niterói, Santos, São Vicente e São José dos Campos. Entre os destaques, estão talentos locais, como Monica Pasco, atual campeã brasileira V1 e classificada para o Mundial no Taiti em junho (única representante individual feminina open), Giselle Mota e a experiente Milena Amaral, que sempre teve forte ligação com os esportes de mar.

Outros nomes fortes são Gabi Latini, campeã brasileira de OC1, Fabiana Ferreira, que se revezará no leme com a capitã, Thassia Marques. O time ainda conta com Rayssa Correa, Viviane Vaz Benzi e Raquel Daoud. “Tínhamos as melhores do equipe sem equipe fixa. Então, por que não reuni-las em formar um time com as melhores? Hoje temos as campeãs brasileiras de OC1 e de V1, a vice brasileira de OC1, a revelação de 2016 e meninas que são destaques na modalidade”, diz Thassia.

“A equipe está ansiosa para fazer uma boa prova, tentando bater o recorde feminino. Quem sabe, dar trabalho para algumas equipes mistas também (risos)”, acrescenta Monica Pasco. “Essa é uma prova de superação. Boa parte das meninas já fez essa disputa. É uma competição diferente de qualquer outra que já fizemos do Circuito Brasileiro. Na maioria do percurso a equipe estará sozinha, não estará remando com outra canoa do seu lado. Então é você vencendo você, contra as suas dores. Estamos bem confiantes”, complementa a principal canoísta do País no momento.

A largada, no estilo Le Mans, com os atletas levando as canoas para o mar, está marcada para 10 horas, na Praia da Aparecida, em frente ao Colégio Escolástica Rosa, em Santos. De lá, as equipe seguem em sentido anti-horário contornando a Ilha de Santo Amaro, onde fica Guarujá. A primeira metade será pelo mar e o restante em aguas mais calmas no Canal de Bertioga, mas enfrentando baixios. Há, ainda, a parte final no Porto de Santos, com a chegada no mesmo local do início.

RELAÇÃO DAS EQUIPES 2017

1 Equipe Vênus
Feminina Open
São Vicente, Vitória, Sao José dos Campos

2 Super M Brasil
Feminina Open
Santos, Vitória, RJ, CF e SP

3 Floriva Vaa Feminina
Feminina Open
Florianópolis – SC

4 Kanaloa Club
Masculina Open
Região dos Lagos - RJ

5 Tribo Q Pira
Masculina Open
Santos – SP

6 Brucutus
Masculina Open
Bertioga – SP

7 Poseidon
Masculina Open
Santos – SP

8 NTR VAA
Masculina Open
Niterói – RJ

9 Yacht Clube da Bahia
Masculina Open
Salvador – BA

10 Ava Canoeiros do Paranoá
Masculina Open
Brasília – DF

11 AGP Team Caveira - Canoa Brasil
Masculina Open
Santos – SP

12 Bahia Vaa
Masculina Open
Salvador – BA

13 Aloha Spirit
Masculina Open
Sao Paulo – SP

14 Samu Team Brazil
Masculina Open
São Paulo – SP

15 Floripa VAA
Masculina Open
Florianópolis – SC

16 Extreme Canoe Club
Masculina Open
Salvador – BA

17 Hoa Aloha
Mista Open
Niterói – RJ

18 Mosaico
Mista Open (master)
Chile/Brasil

19 Matero
Mista Open
São Paulo – SP

20 Survivers
Mista Open
Vitória, Santos e Maresias

21 Buriquioca Vaa Mista
Mista Open
Bertioga – SP

22 Vale Ohana Vaa Club
Mista Open
Santos – SP

23 Canoa Bahia Karamuru Canoes
Mista Open
Salvador – BA

24 Nativos VAA
Mista Open
Salvador – BA

25 Canoa Caiçara
Masculina Open (V6)
Santos – SP

26 Rasta
Masculina Open (V6)
Vitória – ES

27 Noah
Masculina Open (V6)
Brasília - DF

28 Tios Floripa VAA Master
Masculina Master
Florianópolis - SC

29 Vitória Vaa
Masculina Master
Vitória - ES

30 Niterói Hoe
Masculina Master 
Niterói - RJ

31 Koa YCP Matero
Masculina Master
São Paulo - SP 

O 14º Desafio Volta à Ilha de Santo Amaro de Canoas Havaianas tem os patrocínios de Caiaques Opium Hightec, Onbongo e Embraport. Apoios: Prefeitura Municipal de Santos/Semes, Promifae, Probiótica, Sabesp, FMA Notícias, 98 FM, Panificadora Rainha da Barra, Capitania dos Portos, Praticagem e Corpo de Bombeiros. Organização da Canoa Brasil, com supervisão da Abracha – Associação Brasileira de Canoa Havaiana.

VEJAM ABAIXO O VÍDEO SOBRE O EVENTO:

Fonte: Fábio Maradei - FMA


Adrenanews - Todos os Direitos Reservados

Site desenvolvido por Arara Azul