• Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
Adrenanews

Medite: Feliz a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança !!! - Salmos Cap: 33 Vers: 12

Bodyboardnews


Itacoatiara Pro 2017

Publicado em: 18/06/2017

Sábado de boas de um meio um metro, o Itacoatiara Pro definiu os finalistas do Feminino e do Pro Junior. Desta forma, vão brigar pelo título no feminino a brasuca, Nicole Calheiros e a japonesa Ayaka Suzuki, já nos atletas até 18 anos, chegaram a grande decisão os brasucas,  Igor de Almeida, Luan Tavares e os chilenos Cristobal Fernandez e Nelson Flores. Sem previsão de ondas para este domingo e também na segunda-feira, a direção de prova interrompeu a sequência do torneio que será retomado na terça-feira, com previsão de ótimas condições para a disputa da elite mundial, com ondas a partir de 2 metros. Distribuindo R$100.000,00, uma das maiores premiações do Circuito, e 5.000 pontos no ranking a etapa brasileira do APB World Tour chega a sua sexta edição e tem prazo até o dia 25 de junho, domingo, para ser encerrada.

Nicole Calheiros em ação. Ft: Divulgação Itacoatiara Pro - Tony D´Andrea

Com um sábado de sol, temperatura na casa dos 20 graus e sem vento, as disputas tiveram início logo pela manhã com os meninos do Pro Junior caindo na água. Foram realizadas as últimas quatro baterias do Round 1, antes de chegar a vez das mulheres ganharem o mar de Itacoatiara. Na categoria feminina, que teve o tempo de 25 minutos para cada bateria, 13 atletas iniciaram a disputa e logo no Round 1, cinco competidoras ficaram pelo caminho.

Na primeira bateria, a brasuca, Nicole Calheiros não deu chances para as adversárias e liderou do início ao fim, passando em primeiro, com Paloma Freyggan do Chile na segunda posição. Na segunda bateria, a brasileiras Paola Simão e Dalete Mousinho junto com a portuguesa, Teresa Almeida, protagonizaram uma disputa onda a onda até os minutos finais, que terminou com a portuguesa em primeiro e Paola em segundo. Já na terceira bateria das meninas, a japonesa Ayaka Susuki ditou o ritmo da disputa, assumiu a ponta para não mais largar. As brasileiras Taty Menezes e Mariana Motta terminaram em segundo e terceiro respectivamente. E na quarta bateria, as brasileiras Maria Helena Tostes e Patrícia Setubal, garantiram vaga na próxima fase ao superar a chilena Yanira Silva.

A partir das quartas de final, a organização intercalou as fases das categorias, para que os atletas tivessem um maior tempo de recuperação. Passadas as quartas, veio a maior nota do evento. Logo no início da primeira semifinal do Pro Junior, Igor de Almeida pegou um tubo, seguido de um rolo e tirou 9,0, somando 14.25 no total. "Foi muito emocionante chegar nesta final, depois de bater na trave por dois anos e hoje Deus mandou uma boa onda e consegui realizar boas manobras para chegar na final", comentou o atleta. O carioca Igor de Almeida terá a companhia do também brasileiro Luan Tavares e dos chilenos Cristobal Fernandez e Nelson Flores na grande final do Pro Junior.

Igor Almeida em ação. Ft: Divulgação Itacoatiara Pro - Tony D´Andrea

Nas semifinais do feminino, Nicole Calheiros superou a chilena Paloma Freyggan e foi a primeira atleta a garantir vaga na grande final do evento. "Até o último momento eu não sabia se iria competir, por conta do meu filho que sofreu um acidente e fiquei bem desfocada de campeonato, mas tenho um carinho especial pelo Itacoatiara Pro e para mim foi uma surpresa a diminuída do mar, o que para nós meninas é bom, mas ele segue difícil, pois Itacoatiara é sempre Itacoatiara. Estou em uma final, estou super feliz, fazia um tempo que eu não fazia final de mundial e agora é ter foco total para a grande final", festejou.

Na outra semifinal do feminino, a japonesa Ayaka Suzuki que empilhou brasileiras durante todo o dia, superou a local Maria Helena Tostes e se credenciou para mais uma final do Itacoatiara Pro. Vice em 2016, Ayaka já avisou que pretende conquistar a edição 2017 do torneio. Na disputa pelo terceiro lugar, a brasileira Maria Helena Tostes levou a melhor sobre a chilena Paloma Freyggan. "É uma felicidade que não cabe dentro de mim ter conquistado esse terceiro lugar e tenho treinado muito para isso e sempre buscando me superar", declarou, feliz, Maria Helena Tostes.

Ayaka Suzuki em ação. Ft: Divulgação Itacoatiara Pro - Tony D´Andrea

Disputas devem retomar na próxima terça-feira

Sem previsão de ondas para este domingo e segunda-feira, a direção técnica do evento optou por deixar esses dois dias sem competições para retomar os trabalhos na próxima terça-feira, quando o mar deve ter ondas a partir de 2 metros, com tempo bom e sem previsão de chuva para a Região Oceânica de Niterói.



"Teremos cinco dias de ótima formação bem sólida, e poderemos escolher exatamente os melhores dias de competição para os melhores do mundo. Não tem previsão de chuva a perspectiva é de tempo muito bom. O planejamento do campeonato coma realidade da previsão, tem tudo para transformar esse campeonato num marco dentro da história desse campeonato e do circuito mundial também", disse Chico Garritano, Head Judge do Circuito Mundial da APB.

Organizador do Itacoatiara Pro, Giuliano Lara aproveitou que o mar vai melhorar no início da semana para convidar o público a prestigiar o evento. "Convido todo o público pois na próxima terça-feira teremos uma nova chamada, a tendência é que o mar suba durante o dia, mas teremos de terça-feira, até domingo, quando termina a janela, para escolher três dias para realizar o main event e as previsões estão bastante boas, com ondas em torno de 6 pés, que favorece o pico. A expectativa é de praia cheia e a gente fazendo o máximo para entregar um evento que Niterói merece", disse Giuliano Lara.

Itacoatiara Pro 2017 – Galeria de campeões

2012 – Dave Winchester (Austrália)
2013 – Amaury Laverhne (Ilhas Reunião)
2014 – Jared Houston (África do Sul)
2015 – Amaury Laverhne (Ilhas Reunião) e Tanner McDaniel (Havaí – Pro Junior)
2016 – Alex Uranga (País Basco), Isabela Sousa (Brasil) e Diego Gomes (Brasil – Pro Junior)

Ranking Mundial após duas etapas:

1. Jared Houston (África do Sul) – 4000
2. Garth McGregor (Austrália) – 3840
3. Jeff Hubbard (Havaí) – 3440
4. Alex Uranga (País Basco) – 3400
5. Mike Stewart (Havaí) – 3360
6. Dave Hubbard (Havaí) – 2720
7. Amaury Lavernhe (Ilhas Reunião) – 2440
8. Paul Blaz (Austrália) – 2400
9. Patrick Orr (Havaí) – 2320
10. Tanner McDaniel (Havaí) – 2240

Fonte: Danilo Caboclo


Adrenanews - Todos os Direitos Reservados

Site desenvolvido por Arara Azul