• Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
Adrenanews

Medite: Feliz a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança !!! - Salmos Cap: 33 Vers: 12

Bodyboardnews


Kamona Bodyboarding Challenge 2016

Publicado em: 29/11/2016

A praia de Itacoatiara, normalmente protagonista pela potência das ondas e beleza natural se tornou coadjuvante último sábado, isso porque passaram por lá os melhores atletas de bodyboarding do estado do Rio de Janeiro e não diferente do que era esperado deram um show de radicalidade ao extremo, na onda mais potente e mais propícia ao esporte que temos no país. A garotada da Sub 16 botou pra quebrar! Isso mesmo, encararam as pesadas ondas de Itacoatiara e atacaram o lip. Arrancaram muitos aplausos pela superação de alguns e pelas manobras mais que aéreas de outros. Quem venceu mais uma vez, a 4ª no ano e também garantiu o título estadual com uma etapa de antecipação foi o macaense Luan Tavares. Seguido pelos cariocas Igor Almeida, Jonathan Silva e Thiago Silva.

Luan Tavares em ação. Ft: Aporé de Paula

Na open feminino quem venceu e se sagrou campeã estadual por antecipação foi a capixaba Nivea Borghi. A segunda colocada foi a cabo-friense Izabel Fonseca. Em terceiro e quarto lugar respectivamente ficaram Victoria Moraes e Kamila Silva, de Rio das Ostras. O mar estava épico, o visual era incrível e somando a todas estas condições que beiravam a perfeição, os melhores atletas do Rio. Radicalidade pura na água do início ao fim da competição, da categoria mais radical, a Pro Masculino, à mais inexperiente, a Sub 16. É, e os garotos encararam as pesadas ondas de Itacoatiara e surpreenderam todos com muita manobra aérea de qualidade.

Nos profissionais e a ausência do líder do Circuito Estadual animou os adversários diretos ao título com a possibilidade de assumirem a ponta. No entanto, o que serviu foi a eliminação precoce de Dionatan Barroso e Israel Eduardo e com isso, Lucio Santana segue na ponta. A etapa foi marcada pelo domínio dos atletas cariocas, os atletas do interior não foram bem e a semifinal foi inteiramente dominada pelos atletas da capital. 

Gabriel Popó, local de São Conrado, estava impossível, venceu todas as baterias que disputou e chegou na final com o moral alto. Não deu outra. Popó estava super afinado com as ondas de Itacoá e logo no inicio já tinha mais de 12 pontos de somatório, como se não fosse suficiente para vitória, Gabriel queria mais e achou mais uma bela onda e desta vez, HIGH SCORE! 9,17 e então todos os seus adversários estavam em combinação. A disputa então se voltou pelo vice-campeonato. Caio Araújo vinha bem na bateria até que Ricardo Ramos, também local de São Conrado achou uma última onda salvadora e ficou com a segunda colocação. Caio terminou em terceiro lugar com o “capitão” David Barbosa fechando o pódio e a festa.

Gabriel Popó em ação. Ft: Aporé de Paula

Entre as mulheres mais uma vez deu Maira Viana. Maira conquistou sua 4ª vitória consecutiva, na 4ª Etapa do Circuito e conquista o seu 4º titulo estadual entre as profissionais, isso mesmo, Maira Viana é tetracampeã estadual profissional. A segunda colocada foi a niteroiense Maria Helena, seguida pela carioca Gabriela Gouveia e na quarta colocação fazendo um excelente test drive entre as profissionais a ainda amadora Nivea Borghi.

Entre os amadores um dos destaques, mesmo não passando da segunda fase, foi o riostrense Jerson Luiz. Sentindo-se literalmente solto nas ondas de Itacoá, Jerson protagonizou o único 10 unânime da competição, ele conseguiu achar uma bela direita e com muita velocidade atacou o lip na hora certa, na veia, e deu um aéreo super alto e envergado arrancando a nota máxima da comissão de arbitragem. Alias, falando em riostrenses, eles realmente roubaram a cena. A final não poderia ser mais emocionante, Brenner Santos, quem também veio arrancando as melhores médias em todas as fases, estava dominando a final e já comemorava sua vitória, viu Lucas “feijão” Oliveira conseguir uma boa nota no último segundo, arrancando a vitória de suas mãos, mas mantendo o caneco na cidade de Rio das Ostras. Brenner santos ficou em segundo. O terceiro colocado foi o carioca Pedro Henrique e na quarta posição fechando o pódio e fazendo sua primeira final no Circuito Estadual de 2016, o campista Marco Aurélio.

Jerson Luiz em ação. Ft: Aporé de Paula

Na open feminino quem venceu e se sagrou campeã estadual por antecipação foi a capixaba Nivea Borghi. A segunda colocada foi a cabo-friense Izabel Fonseca. Em terceiro e quarto lugar respectivamente ficaram Victoria Moraes e Kamila Silva, de Rio das Ostras. 

Em breve a FEBBRJ divulgará o ranking completo de todas as categorias e uma matéria especial sobre as contas que cada atleta precisa saber para conquistar o título. Duas categorias ainda não definiram seus campeões, a Open Masculino e a Profissional Masculino, ambas serão decididas na última etapa do Circuito Estadual, que acontecerá na paradisíaca praia Brava, em Arraial do Cabo, nos dias 17 e 18 de dezembro.

O Kamona Itacoatiara Bodyboarding Challenge 2016 foi uma apresentação da KAMONA Surf Shop, com co-patrocínio da MBI Serviços, sandálias KENNER, Genesis Bodyboards e pés de pato The One 2, com apoio da Molusco, Exit X Bodyboards, Puro Suco, André eventos, Ylimitada comunicação visual, Nanga Sports, 2nd Closet, Pousada Fala!, Guaracamp, Julia Kastrup e Aporé fotografia.

Fonte: Malik Lazaro - FEBBRJ / Fed. de Bodyboarding do Rio de Janeiro


Adrenanews - Todos os Direitos Reservados

Site desenvolvido por Arara Azul