• Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
  • Publicidade
Adrenanews

Medite: Feliz a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança !!! - Salmos Cap: 33 Vers: 12

Bodyboardnews


Itacoatiara Pro 2017

Publicado em: 21/06/2017

Em um dos dias mais aguardados em termos de ondas dentro da janela do Itacoatiara Pro, as previsões não se concretizaram e a direção técnica optou por não realizar disputas em um dia com condições tão adversas. A quarta-feira amanheceu com muita chuva e vento em Niterói, que, somados ao mar mexido, impossibilitou a sequência da competição. Segundo a organização, a expectativa é que as condições melhorem nesta quinta-feira (22) e o evento seja retomado com a sequência da repescagem e o início das disputas pelo Round 3. Distribuindo R$ 100.000,00, uma das maiores premiações do Circuito, e 5.000 pontos no ranking, a etapa brasileira do APB World Tour, que é a terceira do circuito mundial, chega a sua sexta edição e tem prazo até o dia 25 de junho, domingo, para ser encerrada.

Forte tempestade em Niterói obrigou o adiamento da etapa nesta quarta-feira. Ft: Tony D´Andrea - Itacoatiara Pro

"Ninguém esperava esse volume de chuva. A previsão é que o sol volte a aparecer nesta quinta-feira, quando o mar não vai diminuir tanto e as ondas devem chegar aos 2m. Na sexta-feira a tendência é que o mar suba novamente, então a decisão correta foi a de não ter competições hoje para o conjunto do evento. Esperamos ótimas condições para os próximos dias, com o desfecho do evento acontecendo até sexta", comentou Chico Garritano, Head Judge do Circuito Mundial da APB.

Em prol do espetáculo e dos atletas, o organizador do Itacoatiara Pro, Giuliano Lara, avaliou como acertada a decisão de não ter competição nesta quarta-feira. "Trabalhar com a natureza tem dessas coisas, não é à toa que o campeonato tem onze dias para escolhermos os seis melhores. Essa tempestade chegou muito mais forte do que estava prevista, então em prol dos atletas e do espetáculo a chamada de hoje é day off e acho que foi muito acertada", disse o organizador do Itacoatiara Pro.

Dentre os atletas que chegaram cedo ao local com a expectativa de competir, estava o niteroiense Kalani Lattanzi, que entraria no mar pela segunda bateria do dia falou sobre a espera para a disputa da repescagem."Realmente não tem o que fazer, só esperar. Pode ser que eu faça um treino ainda hoje, mas amanhã estamos firmes para a disputa. Passei um mês no México para me aperfeiçoar e se os adversários são cascas-grossas, nós de Itacoatiara somos brabos".

Segundo o Centro de Monitoramento e Operações da Defesa Civil de Niterói, os maiores índices pluviométricos acumulados em uma hora foram registrados em Piratininga, o onde um dos pontos chegou a 57,97 mm, em Itaipu (53,83 mm) e Várzea das Moças (37,99 mm). Uma nova chamada acontece nesta quinta-feira, às 7h.

Na terça-feira com o Pampo dando o ar da graça pela primeira vez após seis anos de Itacoatiara Pro, e justamente no Dia Mundial do Surf, o evento principal da terceira etapa do Circuito Mundial de Bodyboard começou com ondas de cerca de dois metros. Ao contrário da primeira parte do campeonato, onde o meio da praia ditou o ritmo das disputas, quando chegou a vez dos tops ganharem o mar, o Pampo mostrou a sua força para receber os melhores do mundo. O local deve seguir como o pico da disputa nesta quarta-feira, quando a organização espera o melhor dia de campeonato em termos de ondas. Distribuindo R$ 100.00,00, uma das maiores premiações do Circuito, e 5.000 pontos no ranking a etapa brasileira do APB World Tour, que é a terceira do campeonato, chega a sua sexta edição e tem prazo até o dia 25 de junho, domingo, para ser encerrada.

Uri Valadão arrancou o primeiro dez do evento na famosa onda do Pampo. Ft: Tony D´Andrea - Itacoatiara Pro

No primeiro round do evento, os 36 competidores foram divididos em 12 baterias, onde o primeiro se classificou diretamente para o terceiro round e os demais atletas de cada bateria foram para a repescagem. Os 12 atletas que se classificaram diretamente para a próxima fase foram: Dave Hubbard (Hawaii), Eder Luciano (Brasil), Tanner McDaniel (Hawaii), Jacob Romero (Hawaii), Diego Cabrera (Ilhas Canárias), Jared Houston (África do Sul), Alex Uranga (País Basco), Tristan Roberts (África do Sul), Antonio Cardoso (Portugal), Dino Carmo (Portugal), Uri Valadão (Brasil) e Amaury Lavernhe (Ilhas Reunião)

Primeiro brasileiro a passar diretamente para o terceiro round, o catarinense Eder Luciano, revelou que treinou bastante no Pampo, uma vez que o atleta está há quase um mês em Itacoatiara e conhece a dificuldade da praia. "Foi minha primeira etapa do ano, primeira bateria, então acordei hoje bem ansioso, já que tinha chegado o grande dia, treinei muito no Pampo, neste quase um mês que estou em Itacoatiara e sabia que ali me renderia bons frutos e foi o que aconteceu e agora é descansar, observar os adversários e me concentrar para a sequência da competição", comentou Eder Luciano.

Eder Luciano em ação nas ondas do Pampo. Ft: Tony D´Andrea - Itacoatiara Pro

Outro destaque desta primeira fase do evento principal, o havaiano Tanner McDaniel comentou a sua participação na primeira etapa do main event."As ondas estão maneiras hoje para a competição, no Pampo. Então é muito bom poder surfar nestas condições. A temperatura nesta parte da praia está realmente boa. Bom para surfar. É duro competir aqui. Eu acabei de pular para primeiro, então, tenho que me preparar pro próximo round", disse o havaiano.

Antes do primeiro round chegar ao fim, a bateria de número 11 dividiu o público presente. Com três brasileiros na disputa, quem saiu melhor foi o baiano Uri Valadão que encontrou um tubo que lhe rendeu uma nota 10 e a passagem para o round 3 do torneio. "O mar está do jeito que a gente gosta, apesar de não estar perfeito! Ainda dei sorte de achar um tubão que foi nota 10, o mar nem está tão de tubo assim, mas eu acreditei na onda que realmente formou linda e agora é concentrar e manter o foco para a próxima fase", disse o baiano campeão do mundo em 2008.

Depois de disputas acirradas pela manhã, a repescagem começou no início da tarde com disputas homem a homem. Nesta fase, o primeiro atleta a garantir vaga na fase seguinte foi o local de Itacoatiara Dudu Pedra. Dentre as manobras realizadas durante a bateria, Dudu realizou um aéreo que levou à loucura os presentes na praia.

"Estou muito feliz, eu não queria perder aqui no Pampo, é uma onda que todos os atletas desejam. Depois de perder na estreia fui para o tudo ou nada e depois de fazer uma onda regular e a minha segunda nota foi em uma onda incompleta que eu tirei um aéreo gigante e mesmo assim consegui uma pontuação que me ajudou a passar e agora é só casca grossa e sei que se eu fizer as manobras que eu faço diariamente sei que posso ir longe", destacou o niteroiense Dudu Pedra.

Dudu Pedra em ação nas ondas do Pampo. Ft: Tony D´Andrea - Itacoatiara Pro

Além de Dudu Pedra, outros 5 atletas garantiram vaga na próxima fase do Itacoatiara Pro ontem: Miguel Rodriguez (Peru), Maxime Castillo (França), Nicolas Chiara (Argentina), Laury Grenier (Ilhas Reunião) e Lewy Finnegan (Austrália). A organização vai realizar o Round 2 nesta quarta-feira.

Showroom do Itacoatiara Pro


O showroom do Itacoatiara Pro, está localizado em uma loja na praça do cinema no Plaza Shopping, em frente ao restaurante NOI, onde está exposto todo o histórico da competição, fotos, vídeos e está sendo oferecido ao público entretenimento e brindes. No local, no outro fim de semana, dia 24/06, acontecerá o torneio internacional de Youriding, videogame de bodyboarding onde os atletas irão competir o Itacoatiara Pro virtualmente.

Fonte: Danilo Caboclo


Adrenanews - Todos os Direitos Reservados

Site desenvolvido por Arara Azul